[vc_row enable_custom_container=”0″ el_class=”about-area” css=”.vc_custom_1524857997889{margin-top: 15px !important;margin-bottom: 90px !important;}”][vc_column][vc_column_text]

Análise Ergonômica do Trabalho (NR-17)

[/vc_column_text][vc_column_text]

A Análise Ergonômica de postos de trabalho objetiva cumprir as Normas Regulamentadoras, especialmente a NR17 “Ergonomia”, dada pela Portaria nº 3.751, de 23/11/90. A Análise Ergonômica também objetiva detectar situações de potencial risco ergonômico de maneira que a empresa possa adotar medidas corretivas e preventivas com relação á saúde de seus trabalhadores. Com a contratação dos serviços o Projeto RH fica responsável pela identificação, avaliação, análise e sugestões de medidas de controle para atender á NR 17, realizando:

  • Levantamento qualitativo de risco ergonômicos e levantamento quantitativo de níveis de conforto acústico, níveis de iluminamento e temperatura efetiva;
  • Análise das funções desenvolvidas pelos colaboradores em cada setor, bem como registro fotográfico do posto de trabalho típico, analisando:1 – Mobiliário do posto de trabalho;
    2 – Espaço do posto de trabalho;
    3 – Equipamentos do posto de trabalho;
    4 – Aspecto da organização do trabalho.
  • A Análise Ergonômiga será entrega em forma de relatório, sugerindo medidas de controle, minimização ou erradicação dos riscos, em atendimento ás Normas Regulamentadoras aprovadas pelo Ministério do Trabalho. Consiste na descrição e análise dos métodos e técnicas praticadas pelos trabalhadores na execução das suas atividades, aplicando ferramentas que possam complementar as ponderações técnicas ergonômicas, tais como:
  1. RULA – Rapide Upper Limb Assessment;
  2. Sue Rodgers;
  3. Moore & Garg;
  4. Niosh;
  5. OCRA

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]