Engenheira de Segurança do Trabalho da  Projeto RH analisa as alterações da NR9

Engenheira de Segurança do Trabalho da Projeto RH analisa as alterações da NR9

Por Carolline Flauzino

Atualmente, a maioria das empresas não faz uma análise global como previsto na NR-9, por prática, o mercado renova o programa como um todo. A partir das alterações anunciadas pelo governo, a nomenclatura PPRA deixará de existir com o intuito de retomar o conceito do programa  quanto a diretriz para gestão de SST, pois com o tempo perdeu a sua essência, a qual será retomada com essa alteração.

Vai acabar a fábrica de papel e vai exigir evidências das empresas quanto à avaliação permanente da eficácia do programa e, assim, fica o desafio para os profissionais de SST desenvolverem e explicarem aos seus contratantes a maneira de conduzir o programa.

O modelo de faturamento adotado pela projeto RH, ao meu ver, é o mais adequado, visto que full time atualizamos o sistema com setores e cargos novos e, assim, aplicação os riscos correspondentes, por mais que não é emitido um novo documento a cada alteração, devendo ficar atento no texto do contrato junto ao cliente.

 

(Gestora Técnica Engenheira de Segurança do Trabalho, Carolline Flauzino).